[Beauty] CelluBlue: A minha experiência

IMG_3146_1Não sei se se recordam de há pouco mais de um mês ter feito um post sobre o inovador CelluBlue, aqui. Hoje irei falar com mais pormenor sobre o CelluBlue, contar a minha experiência e dar-vos um pequeno miminho!

O CelluBlue é um copinho para sucção, feito com silicone médico hipoalergénico, concebido para o combate à celulite. Ao utilizarmos o copo ele reproduz os gestos da famosa massagem a vácuo, muito utilizada para combater esta nossa maleita que é a celulite. Ao massajarmos com o CelluBlue, iremos desencadear a lipólise, que corresponde à remoção de gordura pelos adipócitos, e activar e optimizar as circulações venosa e linfática.

Ora, eu recebi o copo há pouco mais de um mês, e já fiz as três semanas recomendadas de tratamento (até já fiz mais) pelo que já estou em condições de vos dizer o que achei do CelluBlue.

Primeiro vou vos dar o meu background no que diz respeito à celulite.
Comecei a ter celulite pouco depois de começar a tomar a pílula, por volta dos 18 anos. Sempre fui bastante magricela (agora já não tanto, mas aos 18 era bastante) mas a celulite, mesmo sendo magra, apareceu na mesma. Nunca tive celulite em muitos sítios, foi sempre nas pernas, mais precisamente nas coxas. Aos 18 ela só se notava quando eu apertava a pele, mas com o passar dos anos agravou um bocadinho e nos últimos tempos começava a notar-se ligeiramente, sem mexer na pele. Obviamente que no decorrer dos anos também engordei um bocadinho, mas mesmo assim o meu peso é considerado “normal” para a minha estatura, e continuo a ter celulite apenas nas coxas, felizmente. Já uso cremes anti-celulite há algum tempo e nunca achei que fizessem grande coisa, mas ainda assim continuo a experimentar marcas novas sempre que posso.

Enfim, estou certa que não sou só eu que sofro deste mal, não é? Por isso, quando ouvi falar do CelluBlue fiquei curiosa e ao mesmo tempo um pouco incrédula, porque não sou pessoa de acreditar em milagres…mas comecei a ler boas reviews do aparelho e fiquei curiosa.

Quando recebi o CelluBlue fiquei muito contente e ansiosa por testá-lo. O CelluBlue é muito simples e fácil de manusear. Quando o recebem vem junto com uma bolsinha de pano para que o possam guardar e levar sempre convosco, se quiserem. Além disso, é completamente lavável e podem fazê-lo com água e sabão, por exemplo. Sem problemas.

Para utilizarmos o CelluBlue devemos ter a pele preparada, ou seja, a pele deverá estar muito bem oleada, para que o CelluBlue deslize na perfeição, para uma maior eficácia e evitando assim desconforto na sua utilização. Por isso, é muito importante que ao adquirirem o CelluBlue já tenham convosco uma loção/óleo de massagem. Eu utilizei o óleo Johnson’s Baby, que sempre gostei e achei que funcionava muito bem, pois é bastante oleoso.

Então, de acordo com a marca, para massajarmos com o CelluBlue devemos fazer os seguintes passos:

Primeiro passo: Aplicar a loção/óleo de massagem na zona a tratar, e espalhar muito bem, até a zona ficar completamente oleosa.

Segundo passo: Aplicar o CelluBlue na pele:
1. Pressionar firmemente a parte lateral do CelluBlue e colocar, sem largar, na área escolhida.
2. Soltar lentamente a parte lateral do CelluBlue na pele, esta será sugada para o interior do CelluBlue.
3. Podemos controlar o nível de sucção, puxando o Cellublue para cima para libertar algum ar, o que vai reduzir a sucção na nossa pele.

Terceiro passo: Massagem com CelluBlue:
1. Após untarmos a zona pretendida do corpo e aplicar o CelluBlue como indicado no passo anterior, devemos movê-lo de baixo para cima durante 3 minutos (por exemplo, começar no joelho e movimentar o CelluBlue no sentido da virilha; quando chegar à virilha, levantar o CelluBlue e começar de novo no joelho) e, depois, da esquerda para a direita durante 1 minuto.
2. Fazer movimentos circulares por 1 minuto, sempre no sentido ascendente, de baixo para cima.
3. Para eliminar mais celulite, podemos terminar a massagem empurrando o CelluBlue para baixo e puxando-o para cima, sem o soltar da sua pele.
4. Cada área necessita de, pelo menos, 5 minutos de massagem. Podemos adaptar a duração de casa sessão, dependendo da área escolhida e da extensão da sua celulite. As sessões devem ser realizadas diariamente até atingir os resultados desejados (entre 15 a 20 dias, na maioria dos casos). Algumas mulheres vão observar resultados mais rapidamente do que outras, tudo depende da celulite.

Quarto passo: Após a massagem:
Após terminar a massagem da área ou áreas escolhidas, a marca recomenda vivamente que se beba 500 ml de água ao longo da hora seguinte após a utilização do CelluBlue.

Recomendações e chamadas de atenção da marca:

– O CelluBlue não deve ser utilizado sobre feridas ou cicatrizes ou caso sofra de algum tipo de doença dermatológica ou circulatória.
– É normal que a sua pele apresente vermelhidão devido ao aumento de fluxo sanguíneo na area tratada, originado pela sucção do CelluBlue. A vermelhidão desaparecerá após alguns minutos.
– Caso surjam pequenos hematomas, aconselhamos que reduza a sucção do seu CelluBlue, durante a massagem. Neste caso, pode realizar uma sessão a cada 2 dias, em vez de diariamente.
– Deve manter este objecto sempre fora do alcance das crianças, pois não se trata de um brinquedo.
– Pode lavar o seu CelluBlue com um pouco de sabão e água. Enxague bem depois da lavagem.

Já existe no Youtube alguma informação sobre o CelluBlue, e encontrei um vídeo que pode vos dar jeito se tiverem curiosidade de ver como se utiliza o copinho. Eu não filmei nada porque sinceramente não penso fazer videos para o blog, pelo menos tão cedo, mas de qualquer forma para mim seria um video de uma zona da qual não me sentiria confortável a mostrar. O video que encontrei e que mostra como se utiliza o CelluBlue é este.

Agora…a minha experiência.

Como vos disse, estava muito ansiosa para experimentar o CelluBlue, e posso dizer que o copinho azul superou as minhas expectativas. Continuo a dizer que não há ainda produtos milagrosos para o combate à celulite, mas o CelluBlue ajuda bastante.

Comecei a utilizar o CelluBlue ao mesmo tempo que iniciei alguns pequenos exercícios. Também costumo fazer caminhadas, mas fora isso não costumo praticar desporto. Os pequenos exercícios de que falei são exercícios localizados para as pernas, recomendados pela minha médica de clínica geral.

Sempre que utilizei o CelluBlue bebi sempre imensa água após o tratamento, tal como a marca sugere. Ao longo do dia também costumo beber água e chá, e intensifiquei esse ritual um bocadinho.

A minha primeira utilização do CelluBlue foi estranha; apesar de ter lido imenso sobre como aplicar, de ver videos e ler reviews, o certo é que quando somos nós, a primeira vez é sempre estranha porque necessita de adaptação, uma vez que não temos noção da força que se deve exercer na sucção da pele. Como ainda não sabia bem como fazer, apesar de ter oleado bem a pele, a massagem foi dolorosa. Isto aconteceu porque eu não soube regular bem o nível de sução, e estava a apertar demasiado o CelluBlue. Com o decorrer das utilizações fui aperfeiçoando a técnica e a dor passou a ser muito ligeira. Ao longo das primeiras duas semanas a dor foi mais intensa, mas sempre suportável, e passadas essas duas semanas começou a ser cada vez menor. Pelo que percebi e me explicaram, o desconforto causado pelo CelluBlue é normal e tem a ver também com o grau de intensidade da celulite, ou seja, quando mais tiverem mais desconforto terão, à partida. Com a utlização do CelluBlue a celulite vai ficando com melhor aspecto e consequentemente o desconforto passa a ser menor. Não se alarmem com isto da dor, porque não é mesmo nada que não se possa suportar, eu pelo menos achei suportável; a não ser claro que apertem mesmo muito o copinho, então é natural que vos doa mais.

Em relação a isto do desconforto, questionei a marca sobre esse assunto e tiraram-me todas as dúvidas, além de me dar algumas dicas:

– Olear muito bem a pele. Deve certificar-se que o CelluBlue desliza facilmente antes de começar a massajar. Se não estiver suficientemente oleada, torna-se doloroso.

– Faça uma massagem mais leve no início.
Sugiro que regule a pressão do copo para uma mais tolerável e que realize movimentos mais suaves. Infelizmente, nos casos de celulite mais profunda e mais incrustada, realizar a massagem pode ser desconfortável nos primeiros dias. No entanto, esse desconforto diminui com o tratamento.

– Para diminuir o desconforto e também evitar hematomas, realize a massagem de cima para baixo, no sentido da circulação sanguínea.

– A eficácia do CelluBlue não depende do nível de sucção. Muito pelo contrário. Se provocar um nível de sucção muito alto, vai ser muito doloroso e vai ficar com hematomas. Por isso, só deve provocar um nível de sucção com que se sinta confortável.

No final das primeiras duas semanas comecei a ver alguns resultados: A minha pele ficou mais firme e a celulite tinha um aspecto ligeiramente melhor. Ao fim das quatro semanas, já notava mesmo alguns pontos da coxa onde a celulite já não era visivel. Continuo a usar o CelluBlue e a celulite não desapareceu totalmente, mas acho que nestas coisas temos de ter paciência porque não há milagres, e acredito que daqui a mais um par de semanas o aspecto das minhas coxas será cada vez melhor.

Se utilizarem o CelluBlue de acordo com as instruções da marca, e fizerem um estilo de vida saudável, provavelmente terão bons resultados. No entanto, cada caso é um caso, e poderá haver pessoas com bons resultados mais rapidamente que outras.

Podem adquirir o CelluBlue através deste site. E como vos disse, tenho um pequeno miminho para vocês: Por serem minhas leitoras, têm direito a um código promocional que vos dá direito a um desconto de 4€ na compra de um CelluBlue. Basta utilizarem o código GIRLY na aquisição! Este código é válido até dia 31/01/2015.

Espero que tenham gostado da minha review, foi totalmente sincera!
Beijinhos e bom fim-de-semana,
Lara

[Cosplay] O que é o Cosplay?

Hoje o post é sobre um hobbie que comecei a praticar por volta dos meus 16 anos (um pouco tarde até, porque há quem comece bem mais cedo) que é o Cosplay.

Sabem o que é? O Cosplay é uma abreviação para Costume Play, ou seja, é o encarnar uma personagem da qual gostamos muito, vestindo-nos da mesma forma que ela, caracterizando-nos como ela e agindo como ela.

O Cosplay começou em 1939 durante a primeira Worldcon, Forrest J. Ackerman na companhia de Myrtle R usaram pela primeira vez uma fantasia durante um evento. Ele criou a veste chamada “futurecostume”, enquanto ela criou uma versão do vestido do filme de 1936 “Things to Come”. Desde então, tornou-se uma prática anual nas Worldcon, com concursos e atrações próprias, e mais tarde estendendo-se aos fãs de fantasia e quadrinhos. Os primeiros cosplays de mangá/anime registrados são posteriores aos anos 70, nos EUA. O fenômeno do cosplay chegou ao Japão na década de 80 por meio de Nobuyuki Takahashi, que ficou surpreso com o costume ao visitar um Wordcon, que começou a incentivar a pratica no Japão pelas revistas de Ficção Científica.

in wikipédia.

Tal como referido, o cosplay começou a desenvolver-se bastante no Japão, e a ser feito para os mais diversos personagens, fossem eles de filmes, jogos, animes, mangás, etc. Hoje em dia é um hobbie bastante conhecido e praticado por todo o mundo, já conta com eventos nacionais para o efeito e existem até competições para determinar qual o melhor cosplayer, etc.

Eu comecei a fazer cosplay porque, actualmente, o cosplay é muitissimo associado ao Japão (animes, mangás, jogos) e eu sempre fui grande consumidora da cultura japonesa. Vejo animes, leio mangas e gosto imenso de jogar, embora actualmente já não tenha tempo para quase nada, com muita pena minha. Numa das minhas pesquisas pela internet, fui encontrar imagens de pessoas vestidas tal e qual como uma das minhas heroínas preferidas dos videojogos: Yuna do jogo Final Fantasy X. E aí descobri o que era o cosplay. E fiquei com muiita vontade de experimentar…e assim o fiz!

Escusado será dizer que a minha primeira tentativa foi terrível, mas ainda assim lá fui eu para o encontro anual de cosplay que se faz no Carnaval, o Cosplay Photoshoot, toda contente com o meu fato mal feitinho (mas todo feito por mim, da Yuna do jogo Final Fantasy X). Estava super orgulhosa de mim, e adorei a experiência do evento, o que me fez ficar mais perfeccionista e desejosa de participar em outros eventos semelhantes. E assim foi. O último que fui já deve contar uns 3 anos, e desde aí tenho me desleixado e nunca mais fiz nenhum cosplay. No entanto, este ano vou à Comic Con (da qual vos falei neste post) e já estou a preparar um cosplay para levar! Vai ser muito giro, já tinha saudades disto.

Querem saber qual vai ser o cosplay que vou fazer? Será o de Maggie Greene, da série The Walking Dead :D
Estou ansiosa!

Por fim, para terminar o post, vou vos mostrar o último cosplay que fiz. Foi da personagem Honda Tohru, do anime Fruits Basket (que foi inspirado no mangá do mesmo nome). Espero que gostem :)

Tohru-Honda-fruits-basket-11876576-1280-960A personagem (Honda Tohru)
DSC03997Eu a fazer cosplay da personagem
SAM_0588A malta toda (ou quase) que foi ao evento nesse ano (2011 – Cosplay Photoshoot – Parque das Nações)

Beijinhos,
Lara

[Novidades] Make Up Factory | Empire of Glamour

Hoje venho mostrar-vos algumas novidades da marca Make Up Factory, uma marca que conseguem encontrar cá em Portugal nas lojas Perfumes & Companhia.

A nova coleção da marca chama-se Empire of Glamour, e é inspirada na idade média, com produtos majestosos que garantem um look feminino e glamoroso a cada mulher.

Como highlights desta nova coleção podem encontrar sombras cintilantes (isentas de parabenos, silicone, talco ou fragrância), um eyeliner que promete delinear os olhos de forma delicada e elegante, High Shine Lip Glosses, que garantem um acabamento glamoroso a todas as maquilhagens de lábios e por fim uma máscara de volume preta, que promete criar pestanas fabulosas na primeira passagem. Também temos alguns vernizes, batons e um blusher. Vamos espreitar os produtos e as suas características?

batonsShimmer Lipstick
Nas cores 02 – Rosy Apricot e 38 – Glam Coral. Cheirinho a baunilha. Combinam, a meu ver, com os novos vernizes que vou mostrar mais à frente.

eyelinerCalligraphic eyeliner
Delineador líquido com pincel de ponta caligráfica para um delinear artístico. Ponta precisa feita de fibras muito finas e sintéticas, mas macia para para uma fácil aplicação. A marca garante uma textura altamente pigmentada para um resultado preto intenso.

lipgloss
High Shine Lip Gloss
Cheirinho a baunilha. Podem ser utilizados sozinhos ou por cima de um batom. As partículas brilhantes especialmente finas garantem um acabamento elegante e discreto.

sombras
Chromatic Glam Eye Shadow
Pigmentos de alta definição e pérolas criam efeitos cintilantes nas pálpebras e proporcionam cores intensas. Seis tons metálicos, suaves e cremosos.

vernizesNail Colour
Nas cores 187 – Santa Fe Brown e 476 – Flushy Red

blush
Rosy Shine Blusher

mascara
Volume Mascara

Segundo a marca, tem uma escova larga que cria pestanas fabulosas na primeira passagem. É perfeita devido à sua alta cobertura, cores intensas e resultados de longa duração.

 

O que acharam destes produtos? Algum que vos tenha chamado à atenção? Eu adorei o aspecto das sombras, parecem-me muito bem!

Beijinhos,
Lara