Receitas | Cupcakes de cenoura e chocolate

receita_cupcake_cenoura

Hoje resolvi partilhar convosco uma receita que gosto muito, a minha receita de cupcakes de cenoura e chocolate.

É uma receita bem simples e fácil de fazer, e super deliciosa! Eu pelo menos adoro bolo de cenoura, e esta adaptação para cupcakes fica super yummy.

Então vamos lá :)

Cupcakes de cenoura e chocolate (rende +/- 15 cupcakes pequenos):

Ingredientes:
300 g de cenouras já descascadas
4 ovos tamanho L
2 chávenas de açúcar
2 chávenas de farinha Branca de Neve
1 chávena de óleo vegetal (eu uso de girassol)
1 colher de chá de fermento
200g de Chocolate 52% cacau
50 g de manteiga
100ml de natas

Preparação:

A massa

Pré aqueçam o forno a 180º.
Separem as gemas das claras. Partam a cenoura aos cubos e coloquem na trituradora (1-2-3) com as gemas, o óleo e  o açúcar. Triturem tudo muito bem.
De seguida, batam as claras em castelo firme.

Coloquem numa taça o preparado da cenoura e incorporem a farinha com uma peneira. De seguida coloquem o fermento. Por fim, envolvam claras em castelo com na massa, com cuidado. Depois de estar tudo muito bem incorporado, podem verter para as forminhas até estar a 3/4 (nunca encham as formas até ao cimo pois pode sair muito bolo por fora). Levem ao forno a 180º até crescerem e estarem cozidos por dentro, fazendo o teste do palito. Basta fazerem num dos cupcakes, que à partida os outros também estarão.

Nota: As medidas que uso como “chávena” são as cups americanas; vocês podem comprar por exemplo no espaço casa um conjunto de copos com essa medida (1 cup, 1/2 cup, etc).

Cobertura de Chocolate
Idealmente façam só a cobertura quando os cupcakes já estiverem cozidos e frios. Derretam o chocolate já partido e a manteiga, em banho-maria. Depois de derretido, juntem as natas e misturem muito bem. Coloquem num saco de pasteleiro e cubram os cupcakes com a intensidade de chocolate que desejarem. Se os cupcakes forem muito pequenos não coloquem muito chocolate, porque correm o risco de perder o sabor da cenoura e ficarem só com o do chocolate. Coloquem raspas de chocolate para enfeitar ou outra coisa que gostem :)

PS: não deixem a cobertura de chocolate arrefecer antes de colocar nos cupcakes, porque depois de fria ela solidifica ;)

IMG_0550_1

Espero que gostem desta receita :) eu cá gosto muito ;)

Beijinhos,
Lara

Receitas | Bolo Brown Velvet

IMG_0306_1

Muitas de vocês pediram a receita do bolo que fiz na sexta-feira passada, por isso hoje trago-vos a mesma :)

Chamei-lhe de Brown Velvet, porque era para ser um bolo Red Velvet mas o corante que coloquei não foi suficiente e acabou por ficar entre o vermelho e o castanho, mas mais para o castanho x)

A receita foi adaptada do site da Vaqueiro. Apetecia-me fazer um bolinho em jeito de comemoração do fim-de-semana do dia dos namorados, e pensei que um red velvet vinha mesmo a calhar, e saiu-me este bolinho, que estava maravilhoso, modéstia à parte. O bolo sabe a uma mistura de cacau e baunilha, e o creme é feito com queijo creme, baunilha e limão. Ficou um mimo. Então aqui vai a receita (com as adaptações que fiz a bold):

Ingredientes:

Para o bolo:
300 g de açúcar;
30 g de cacau em pó de boa qualidade;
300 g de farinha (usei da marca branca de neve com fermento);
1 colher de café de sal fino;
150 g de Vaqueiro Líquida (usei 200g derretidas da vaqueiro normal);
2 tubos de corante vermelho em gel (eu usei 1/3 de frasco de corante vermelho, provavelmente terão de colocar mais quantidade se quiserem que fique vermelho);
1 colher de sobremesa de extrato de baunilha (eu usei 3 colheres de sopa cheias de um frasco de aroma de baunilha desta marca);
1 colher de chá de bicarbonato de sódio;
1 colher de sobremesa de vinagre de sidra;
3 ovos tamanho XL (eu usei 4 ovos tamanho M);
2 dl de natas para bater.

Para a cobertura e recheio:
100 g de Vaqueiro à temperatura ambiente;
400 g de queijo fresco em creme para barrar;
1 colher de sopa de sumo de limão;
150 g de açúcar em pó;
300 g de framboesas frescas (aqui substitui por morangos q.b.);
3 colheres de sopa de aroma de baunilha da marca que vos falei acima.

Preparação:

A receita original fala em usar duas formas de 24 cm de diâmetro, eu usei com uma de 23 e uma de 17, para ser um bolo mais pequenino em cima do maior.

Liga-se o forno a 180ºC. Unta-se as duas formas com margarina, forra-se o fundo de ambas com discos de papel vegetal e volta-se a untar. Polvilhamos então as formas com farinha.

Mistura-se o açúcar com o cacau, a farinha e o sal fino na taça da batedeira. Adiciona-se a Vaqueiro derretida, o corante, a baunilha e o bicarbonato dissolvido no vinagre. Liga-se a batedeira, na velocidade mais baixa, para ir ligando os ingredientes. Aumenta-se a velocidade gradualmente e, sem parar de bater adiciona-se os ovos um a um. Junta-se as natas a pouco e pouco e continamos a bater até a mistura ficar homogénea e a fazer bolhas.

Divide-se a massa pelas formas, de forma a que fiquem com a massa da mesma altura, e leva-se ao forno as duas formas na prateleira central durante cerca de 30 minutos. Façam o teste do palito uns minutos antes, para não correrem o risco de queimar os bolos, pois depende muito dos fornos. Não se esqueçam que o forno é para ser ligado apenas em baixo, não liguem a resistência de cima, se a tiverem.

Entretanto, enquanto os bolos cozem, fazemos a cobertura e o recheio.
Deita-se a vaqueiro na batedeira e bate-se até ficar cremosa. Junta-se o queijo fresco em creme, o sumo de limão e o aroma de baunilha e contina-se a bater até o creme estar homogéneo. Sem parar de bater adiciona-se o açúcar a pouco e pouco. Reserva-se o creme preparado no frigorífico.

Depois de cozidos, deixam-se os bolos a arrefecer dentro das formas e só se desenformam depois de frios. Retirem o papel vegetal das bases. Os bolos de certeza que vão ter alguns altinhos, cortem os altos de ambos com uma faca grande, daquelas de cortar pão, para ficarem lisinhos e conseguirem barrar os bolos. Barra-se então o maior por toda a sua superfície, com uma boa camada de creme, e coloca-se o mais pequeno por cima, de forma a que fique mesmo no centro do maior. Cobre-se o bolo mais pequeno também com creme e decora-se com morangos a gosto.

A receita original também colocava fruta entre o recheio dos bolos, mas eu preferi não fazê-lo, fica ao vosso critério.

IMG_0309_1

Espero que gostem deste bolinho tanto como eu! Digam lá que não fica lindo…e é super yummy! Enjoy ;) (só foi pena as fotos terem sido tiradas à noite, não captou as cores do bolo a 100%…)

Beijinhos,
Lara

[Receitas] Lasanha de carne…de comer e chorar por mais!

Quem gostar de lasanha que meta o dedo no ar!

Eu adooooroooo! Devo ter uma costela de Garfield, porque o meu prato preferido é mesmo uma bela lasanha de carne. Também gosto de outras variantes (como de espinafres por exemplo) mas hoje vou-vos deixar uma receita de lasanha de carne, de babar, completamente.

Fui encontrar esta receita num blog de culinária, o À Prova de Doc, e fiz apenas umas pequenas alterações ao meu gosto.

A receita original pode ser encontrada neste link e é assim:

Ingredientes (para 4 pessoas): Estes são para o “Ragu”
1 cebola pequena
300g de carne de vaca picada (eu usei 500)
500g de molho de tomate (usei 300 e uma lata de tomate pelado)
1 caule de aipo
1/2 cenoura
1 copo de vinho branco
sal q.b.
Azeite e margarina q.b.

Estes para a lasagna:
Ragu alla bolognese (ver abaixo a preparação)
Molho branco (béchamel)
Folhaas de pasta para a lasagna (se possivel usar massa fresca
Mozzarella fresca (mas de vaca, nao de Bufala)
Fiambre cortado fininho
Queijo parmesao ralado

Preparazzione:
Para o “Ragu alla Bolognesa”

1. Refoga-se a cebola com o azeite e a margarina (mais ou menos duas nozes de margarina e o equivalente de azeite) sem deixar queimar a cebola.

2. Junta-se o aipo picado e a cenoura ralada e continua-se a refogar.

3. Passados alguns minutos, junta-se a carne picada e mistura-se muito bem de maneira a nao deixar que a carne faça grumos. Deixa-se um bocadinho e depois deita-se o copo de vinho e deixa-se evaporar. Eu temperei a carne com sal, pimenta e alho e deixei uma hora a ganhar sabor antes de juntar…

4. Quando a carne estiver já com cor (não deixem cozinhar muito )junta-se o molho de tomate, o tomate pelado, e um bocadinho de agua. Eu juntei ainda uma pimenta verde (sem semntes) picada…

5. Junta-se sal (cuidado se já puseram sal na carne) e deixa-se cozinhar em fogo brando, mexendo frequentemente até ficar pronto (i.e. até ter evaporado a água e ficar saboroso).

Para a confeccção da lasagna:

1. Preparar molho branco (ou comprar feito….), nao muito liqudo, e depois junta-se molho branco a uma parte do Ragu alla bolognesa para ser mais facil de preparar a lasagna.

2. Num tabuleiro, cobre-se o fundo com molho bolognesa, e polvilha-se por cima com queijo parmesao ralado. Nunca comecem o tabuleiro com a massa….

3. Depois, coloca-se uma camada de massa (passada por agua a ferver – se for massa fresca, é só mergulhar a massa na água a ferver e depois tirar imediatamente; se for massa seca, mergulha-se uma ou duas folhas de massa de cada vez, para que nao colem, e deixa-se estar um bocadinho, não muito, até ficarem um bocadinho mais moles, mas é só um ou dois minutos no máximo);

3. Por cima da massa põe-se uma camada de ragu bolognesa misturado com o molho branco, e volta-se a polvilhar com queijo parmesao ralado;

4. De seguida, coloca-se uma camada com mozzarella fresca cortada às fatias, e o fiambre cortado fininho por cima;

5. Mais uma camada de massa e por aí fora (não há muto mais). Para esta quantidade de carne dá aí para 3 camadas de massa. No meio do tabuleiro podem por uma camada só de molho bolognesa e parmesão, com bastante carne picada, porque fica melhor.

6. Quando estiverem a chegar ao fim, cobre-se com o ragu bolognesa (com ou sem molho branco, como preferirem) e parmesão por cima.

7. Feito o tabuleiro, vai ao forno, bastante tempo, a 180º approx. até a massa cozer e a agua ser absorvida (agua do molho e da bolongnsa), dependendo do tamanho do tabuleiro, pode ser até uma ou duas horas no forno…. Eu deixei mais ou menos 50 minnutos e ficou boa, mas depende da massa, da temperatura, do forno e do tamanho do tabuleiro…. por isso estejam atentos e deixem um bocado pequeno de massa solto para irem provando…é uma boa forma de ir medindo.

Sentam-se à mesa e comem em pratos de sopa, porque a pasta em Italia nunca se come em pratos rasos! E é preciso não esquecer que isto é so um “primo piatto”, que se come sem acompanhamentos, nada de salada! Depois vem o escalope milaneza ou o peixe grelhado: La Nonna dice, noi facciamo!!

Mamma mia!!

Ora, a receita é longa mas acreditem que vale a pena ler e fazer, porque é excelente. As minhas pequenas alterações são as seguintes:

Não coloco o fiambre nem pimenta verde;
Utilizo massa fresca (do Pingo Doce) e nunca a passo por água a ferver, meto-a directamente no tabuleiro;
Regra geral uso sempre tomate fresco, e evito usar de lata.
Acrescento à receita uma embalagem de cogumelos frescos grosseiramente cortados. Fica delicioso!
Na última camada de lasanha, cubro tudo com o parmesão e com mozzarela ralada (a normal e não a fresca), montanhas! Adoro ver a cobertura inundada de queijo, e fica mesmo muito bom…

Dicas: utilizem a mozzarela fresca normal, e não a de buffala, tal como é indicado na receita. Vai fazer uma graaande diferença, eu já experimentei das duas formas e com a normal é muito melhor!

Como a receita não é minha, diria que primeiro deveriam fazê-la tal e qual como o autor recomenda, e então depois poderão fazer variações como eu fiz, ou experimentar a minha versão ligeiramente diferente :)

Espero que gostem!
Beijinhos,
Lara